LYRIC

Olá amigo...nem sei o que te chamar
Não sei se tu existes ou se podemos falar
Ouvi dizer que tens o dom raro de escutar
Escrevo-te esta carta que te envio pelo mar
Traz de volta a alma...o sonho à juventude
Não esquecer quem fomos, memória é uma virtude
Traz de volta amigos verdadeiros à amizade
Abraços só se escrevem quando apertam de verdade
Traz mais água à minha fonte de inspiração
Esvazia a mentira, é um balde de desilusão
Traz de volta reticências à felicidade
Um ponto não limita a vida não é só uma frase
Traz de volta a música...sim, aquela música
Que tira a roupa à liberdade e a faz sorrir na rua
Amigo desliga o complicador da humanidade
Traz-me pilhas pro motivador, tenho de as mudar
Quero enviar uma carta para o outro lado
Será que é para ti?
Se não consegues ler devolve-me
(x2)

Amigo ainda estás aí? Não me deites fora
Escrevo com o coração lê-me até ao fim
E se te soa estranho tudo o que te escrevo aqui
Então devolve a carta ao mar...não era para ti
Traz de volta a raridade de se ouvir um amo-te
Se não tiveres um filho nunca amaste de verdade
Traz de volta o tempo.....
Viver sem tic tac, respirar...ainda me lembro
Traz de volta a ingenuidade e a inocência
Acreditar que existe vida além da minha paciência
Amigo, será que existe um deus que nos ouve
Será que a voz desse deus tem reverb
Amigo...Traz de volta, o incondicional
Amar com condição é uma paixão sazonal
E já agora...preciso de um armário
A minha caixa do foda-se está cheia de otários

Quero enviar
Será que é para ti?

Quero enviar uma carta para o outro lado
Será que é para ti?
Se não consegues ler devolve-me
(x4)
Quero enviar
(Common) Wrote this letter
Será que é para ti?
(Common) And finally decide to send it
(x2)

Added by

admin

SHARE

About "A Carta"

?

A Carta Track info