LYRIC

Perdi as contas de quantas vezes levei um não na cara
E era melhor ter recebido um soco
É foda nunca ser ou ter tudo aquilo que se espera
E nessa vida tudo que eu faço ainda é pouco

A essa altura (hey)
A essa altura, minha postura insegura na procura pela cura da minha loucura
Quase me tirou da base
Quase, perdi o jogo por não saber
Que isso não ia passar de fase
E na verdade nunca é tarde pra deixar de ser um covarde
E viver a vida no modo hard

La la la la la la
La la la la la la
La la la la la la
Wooooooooooooo

Perdi as contas de quantas vezes fiquei prejudicado sem nenhum direito a reação
Fui obrigado a aceitar que as coisas são assim mesmo
E que pra todos os efeitos não há opção

Não tenho culpa (hey)
Eu não tenho culpa se tudo se torna um vício
E mesmo sabendo disso ainda é difícil
Manter a tranquilidade
Quase perdi o jogo por não saber
Combinações de fatalidade
E na verdade nunca é tarde pra deixar de ser um covarde
E viver a vida no modo hard
La la la la la la
La la la la la la
La la la la la la
Wooooooooooooo

E quantos males vem pro nosso bem?
Não ta fácil pra ninguém
Vão continuar dizendo amém?
Não tá fácil pra ninguém
E quanto somos nós em mais de cem?
Não tá fácil pra ninguém
E que sentido isso tudo tem?
Não tá fácil pra ninguém

E que sentido isso tudo tem?
Não tá fácil pra ninguém
Que sentido isso tudo tem?
Não tá fácil pra ninguém
Que sentido isso tudo tem?
Não tá fácil pra ninguém
Que sentido isso tudo tem?
Não tá fácil pra ninguém

La la la la la la
La la la la la la
Wooooooooooooo
La la la la la la
La la la la la la
La la la la la la
La la la la la la
Wooooooooooooo
La la la la la la
La la la la la la

Added by

admin

SHARE

Your email address will not be published. Required fields are marked *

About "Modo Hard"

Novo no Genius? Crie sua conta, conheça a comunidade e saiba como utilizar o site em nossos guias.

Modo Hard Track info

Video