LYRIC

Fala de novo que baiano tem preguiça
Deixo seu ego em óbito e com cheiro de carniça
Cidade quente, o sol ensopa tua camisa
Se tu quer papo torto, vai lá pra Torre de Pisa
Guarda o moletom, tá? Que o calor te afronta!
Trinta e seis centígrados de uma tarde sem brisa
Tudo joga contra, tu se desencontra
Fica tipo cego tentando fazer baliza!
Diretamente da Boa Terra
Das bundas e do gueto em guerra (Opaí, ó. Vai dar merda!)
Só levantei da rede pra dizer que eu tô botando pra fuder no mic, movido a cappuccino e cheddar!

Refrão:
Oxente, nigga! Cê não quer briga?
Meu rap não dá liga? Só mais um baiano demodê?
Sinceramente? Eu acho que...
(Me desculpe, respeito a todos... Tem que todo mundo é se fuder!)
E o que é mais fácil, um tetraplégico tirando um cisco?
Ou um rapper baiano fazer grana com seu disco?
Tenho certeza que sei o que responderam
Seus rabos encolheram presos na poça de visgo
Parece que esse jogo tá carente de emoções
Cuspi no tabuleiro e tô mijando nos peões
Faço de cada rima um corredor cheio de pétalas
E uma guilhotina te esperando nos refrões
Pseudo supra-sumo se sufoca questionando
Fudido e sem comando fala que nem sou maloca
Mas eu esmago cada tese feita pelas putas como pata de elefante quando pisa na paçoca

Refrão:
Oxente, nigga! Cê não quer briga?
Meu rap não dá liga? Só mais um baiano demodê?
Sinceramente? Eu acho que...
(Me desculpe, respeito a todos... Tem que todo mundo é se fuder!)

Fala de novo que baiano tem preguiça
Estereótipo quebrado tipo unha postiça
Aperta um F5 nessa porra, tu precisa
Tabu mais velho que qualquer boneca da minha bisa
Guarda o moletom, tá? Que a pressão desmonta!
Diz a lenda que de noite a bohemia esquenta
E nego tá fazendo coisa que se tu souber se caga tipo gringo depois do acarajé com pimenta
Oxente, nigga? Lhes apresento o soteropolitano solitário barulhento feito bando
Rolou uma instiga! Te pego na próxima faixa, porque não sou gabarito do ENEM, mas tô vazando!
Refrão:
Oxente, nigga! Cê não quer briga?
Meu rap não dá liga? Só mais um baiano demodê?
Sinceramente? Eu acho que...
(Me desculpe, respeito a todos... Tem que todo mundo é se fuder!)

Added by

admin

SHARE

About "Oxente, Nigga!"

Oxente, Nigga! faz parte do EP de estreia do Oddish, o expressivo “Ponteiros Voam Feito Jatos”, lançado em 12/12/2014.

Oxente, Nigga! Track info

Video