LYRIC

Se Deus deixasse eu voltar atrás
E eu pudesse escolher como seguir
Certamente minha opinião
Preferia a solidão a lhe aderir
É um peso morto pendurado em mim
Traste, que não posso me desvencilhar
É uma aranha e eu caí em sua teia
Minha alma anseia por se libertar

Veneno é o que corre em suas veias
Só ódio semeia no seu modo de falar
Lhe dei afeto, dei-lhe um teto
Lhe apanhei na rua
Mas agora preciso tirar
Minha vida da sua

Added by

admin

SHARE

Your email address will not be published. Required fields are marked *

About "Traste"

?

Traste Track info

Video