LYRIC

Sertanejo carrega um terço de prata
Pra ver se afasta do peito a dor
Quer ver céu ardente se anuviar
E toda essa terra frutificar
Não há boiadeiro que sele o destino
Com tantas voltas que o mundo dá
E fecha a vereda num só caminho
É fardo pesado de carregar

Valei-me Deus, vem amparar
Vem acudir meu Ceará
Porque, quando sofre o meu rebanho
A tristeza é de um tamanho
Que eu nem posso mensurar
E aí, quando o gado adoece
O aboio é feito prece, fico só pra lamentar

Oh, oh, oh, oh
Ê, boi

Added by

admin

SHARE

Your email address will not be published. Required fields are marked *

About "Aboio"

?

Aboio Track info

Video